Sobre o Queijo > Queijo e Saúde > Motivos saudáveis para se consumir queijos< voltar
Motivos saudáveis para se consumir queijos
  • O valor nutricional do queijo, provavelmente, foi um dos fatores que fez com que a humanidade o adotasse como companheiro diário, em diferentes culturas. Afinal, ele está entre os alimentos considerados como mais completos para o Homem. Seu valor nutritivo é parecido com o da carne vermelha e, com seu alto índice de cálcio e fósforo, ele ajuda a fortalecer ossos e dentes. O cálcio é um mineral essencial para a saúde, e é no leite e seus derivados (embora não sejam as únicas fontes desse mineral) que o encontramos facilmente. A médica nutróloga Beatriz Rech destaca o papel do queijo na alimentação saudável: “É uma das principais fontes de cálcio que temos, portanto, comer queijo com regularidade nos garante  uma boa dose de cálcio”.
    Para você conhecer um pouco mais sobre o papel do queijo na alimentação humana, leia o que diz a médica especializada em Clínica Médica e Nutrologia Clínica, Betriz Rech.

    P: O queijo pode ser considerado fundamental em uma alimentação equilibrada?
    R: Sim, considerando que os queijos são fonte de vitamina B2, magnésio, fósforo, potássio, cálcio e proteínas.
    P: Ele pode ser um aliado em uma dieta de emagrecimento?
    R: Claro, queijos são fontes de proteínas e, com isso, trazem saciedade. É claro que teremos que usar queijos magros ou os queijos desnatados, como, por exemplo, o Cottage, a Ricota, a Mussarela de búfala e o queijo Minas.
    P: Com que freqüência devemos ou podemos consumir queijo?
    R: Todos os dias, em quatro a cinco porções diárias.
    P: Algumas pessoas não gostam de leite, o queijo é um bom substituto?
    R: Com certeza. São o queijo e o iogurte que terão de ser ingeridos diariamente e em maiores porções.
    P: Com que idade as crianças podem começar a consumir queijos?
    R: Não há de fato nenhuma restrição formal ao consumo de queijo no neném de seis a oito meses (quando a criança começa a sair da amamentação exclusiva), porém, sua textura é contra-indicada neste inicio da alimentação, sendo que, quando já começa com a dentição,você pode dar pedacinhos de queijo para o bebê (com 12, 13, 14, 15 meses). Porque o único problema é na textura e na falta do dentinho. E não devemos colocar queijo nas papas salgadas,somente utilizar o queijo quando o bebê estiver já tiver comendo comidinha , coisas sólidas(por volta dos 12 a 15 meses). Há que se ter cuidado com as crianças com intolerância à lactose!
    P: Gostaria de acrescentar informações e comentários sobre o tema?
    R: Com o que já foi dito, dá para se ter uma ideia de como o queijo é um rico alimento. Tendo em vista que é fonte de gordura, devemos ter cautela em seu consumo em relação à quantidade de colesterol (nos queijos mais gordurosos, como Prato, Parmesão, Mussarela etc.). Mas, quando usado de forma racional, é tudo de bom! Fácil de comer e bom para preparar lanches,pratos etc.

    Proibida a reprodução total ou parcial. Todos os direitos de textos e fotografias reservados à Fato Editorial Publicações e Conteúdo.