Sobre o Queijo > Artigos > Suflê: quente sedução< voltar
Suflê: quente sedução
  • O suflê é uma opção charmosa, que dá à mesa um sopro de originalidade e que serve de entrada ou de guarnição para o prato principal. Quem gosta desse preparo que aquece a refeição tem nesta época do ano, de dias mais amenos, bons motivos para testar novas receitas.

    O suflê é um prato encantador. Quentinho, com sua textura afofada (garantida pela presença das claras – bem batidas – em ponto de neve), costuma agradar até aos pequenos. Depois que são dominadas suas técnicas básicas de preparo, não é difícil criar receitas caseiras, utilizando-se sobras de legumes, pedaços de queijo e frios e outros ingredientes que sempre podem ser usados de forma criativa.
    O importante é dominar bem alguns processos, como o ponto da clara e o tempo de forno. O calor, aliás, é essencial neste prato, que recomenda-se servir assim que sair do forno, para não murchar e perder a graça.
    Para dar charme à mesa
    A base de um bom suflê é aparentemente simples, feita com ovos, leite, farinha e manteiga. A sofisticação fica a cargo dos ingredientes que serão acrescentados. A chef carioca Mariana Daiha Vidal do bufê 3 na Cozinha é autora de várias versões sofisticadas do prato. Uma delas tem nos queijos seu ponto forte, é o suflê feito com queijos Gruyère e Parmesão e aromatizado com azeite trufado. Você pode conferir esta opção sedutora em nossa seção de receitas (publicar link com a receita). Mariana Vidal explica que esta é uma opção deliciosa para um jantar de quatro pessoas, que ficará perfeito complementado apenas por uma salada de sua escolha e um vinho tinto. “Esse suflê de dois queijos é bem rico, sustenta uma refeição”, considera. A chef dá outra dica charmosa e prática: preparar o suflê em vasilhas individuais (hoje existem inúmeras opções de vasilhinhas que vão ao forno e enfeitam a mesa), o que facilita o serviço.
    Segredos de preparo
    Para saber o ponto exato de retirar o suflê do forno, basta observar se ele cresceu e já ficou dourado. Mas Mariana Daiha Vidal indica que o tempo médio de forno é 25 minutos caso seja preparado em fôrmas pequenas ou individuais e de 45 minutos, ao se utilizar um refratário maior.
    A partir da receita já bastante charmosa que ela forneceu para o site, você pode preparar variações do prato: acrescentar finas fatias de cogumelos Paris ao finalizar o suflê e antes de levá-lo ao forno é uma das sugestões da moça. Outra opção e reforçar a receita com pedacinhos de presunto cru. O azeite trufado também pode ser substituído por um bom azeite de oliva extravirgem, mudando o paladar da receita. Para garantir o sucesso total, é só arrumar a mesa com capricho e escolher os comensais com quem deseje dividir a intimidade que o calorzinho do suflê sugere.